SÃO FRANCISCO DE ASSIS

04 de outubro dia de São Francisco de Assis, o padroeiro dos animais e da natureza é também conhecido por ser o santo dos pobres.

Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como São Francisco de Assis, nascido na cidade de Assis; Itália em 1181; filho de um rico comerciante; após viver uma juventude turbulenta e boemia, ter tentado seguir a carreira de comerciante como o pai e sonhado com as honras militares, em vão; ingressou na Ordem dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos, famosos por renunciarem à todas as coisas materiais e viver em humildade, pelo voto de pobreza; e que renovaram o catolicismo, com suas pregações itinerantes, em uma época onde os frades costumavam se manter dentro dos mosteiros. Com a renúncia definitiva aos bens materiais da família, Francisco deu início à sua vida religiosa.

Em uma de suas meditações, mais precisamente em 14 de setembro de 1224, dia da Festa da Exaltação da Santa Cruz, viu a figura de um homem com seis asas, semelhante a um serafim, pregado a uma cruz, que de forma antagônica, ao mesmo tempo lhe transmitia imensa felicidade, porém com fio de tristeza, sentiu formarem-se em seu corpo as feridas que o tornaram uma imitação do próprio Cristo crucificado, e assim Francisco foi, o primeiro cristão a ser estigmatizado.

Em 1205, na Igreja de São Damião em Assis ouviu um pedido da imagem de Cristo, para que restaurasse sua casa decadente, dedicou-se a partir de aí servir os doentes e pobres, o que lhe valeu a condição de Padroeiro ou Santo dos Pobres.

Na Umbanda são Francisco de Assis é uma das sincretizações à Xangô, Orixá da quarta feira.

ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

“Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor;

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;

Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver dúvida, que eu leve a fé;

Onde houver erro, que eu leve a verdade;

Onde houver desespero, que eu leve a esperança;

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;

Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais

Consolar, que ser consolado;

compreender, que ser compreendido;

amar, que ser amado.

Pois é dando que se recebe,

é perdoando que se é perdoado,

e é morrendo que se vive para a vida eterna.”

 

“VIVA CADA DIA MELHOR”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *