CABOCLO ARRANCA TOCO

Quinta feira é dia dos caboclos na Umbanda, então por que não conhecermos um pouco sobre este que é um dos chefes de falange mais raros que existem. Seu Arranca Toco ou Caboclo Arranca Toco.

Chefe da falange dos caboclos de Obaluaê, esses raros Caboclos, são espíritos dos antigos “bruxos” das tribos indígenas, espiritualmente os caboclos desta falange são grandes pajés e feiticeiros e tem um grande conhecimento de ervas.

Não falam muito e em seu modo de agir se assemelham com Exu, preferem efetuar seu trabalho elementar que é o de transmutar as energias, transformando as vibrações negativas em boas.

Seu principal subordinado é o Caboclo Araúna que também trabalha na linha de Obaluaê. Em Tupi; “Una” significa “Negra” assim todo caboclo que tiver esta terminação em seu nome está ligado a Obaluaê.

Conta a lenda que o Caboclo Arranca Toco pertenceu á tribo dos Bororos da Amazônia; tinha por habito arrancar os tocos de arvores e “pragas” que encontrava em seu caminho, tido pelos demais índios como Filho do Trovão, que comentavam ao vê-lo chegar na tribo carregado de tocos e raízes: “ O Arranca Toco arrancou todos os tocos de seu caminho! ”.

Na realidade, os guias espirituais se utilizam de nomes, que representam e os identificam em suas falanges e linhas de atuação. A manifestação dos Caboclos Arranca Toco nas giras de Umbanda é dada por espíritos que têm afinidade com o caboclo Arranca Toco nato, um ser encantado; um espírito que nunca teve uma existência humana, e que na verdade é parte da natureza; e o sustentador dessas entidades que se apresentam sob este mesmo nome.

A quinta feira favorece os trabalhos espirituais para diversos fins como saúde, prosperidade, trabalho, proteção e trabalhos ligados ao amor.

Os trabalhos espirituais de quinta-feira visam principalmente a nossa limpeza espiritual, a abertura dos caminhos, a elevação espiritual e a cura.

“VIVA CADA DIA MELHOR”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *