REENCARNAÇÃO

Hoje vamos falar de um tema um pouco diferente e até controverso, a REENCARNAÇÃO.

A crença na reencarnação é uma ocorrência antiga, e até hoje é a crença central na maioria das tradições religiosas, mais expressada pelo Kardecismo e Espiritismo, e difundida nas Religiões Afro Brasileiras, como a Umbanda e Candomblé, a reencarnação e anunciada e aceita também em religiões orientais, como o Hinduísmo e no Judaísmo, onde é identificada como Transmigração de Almas, em hebraico Guilgul Neshamot, todos os praticantes do judaísmo, principalmente as correntes ortodoxas e cabalistas acreditam que, após a morte, a Alma reencarna numa nova forma física. Parte dos Pagãos modernos, e movimentos da Nova Era, também acreditam na reencarnação,

Já o cristão, no entanto, rejeita a teoria da reencarnação, para o cristão, a reencarnação não tem nenhum fundamento bíblico, para o cristão a palavra de Deus deixa claro que só se morre uma única vez e em seguida se encara o juízo (Hebreus 9:27).

Independente disto, o princípio da Reencarnação continua sendo o conceito central de muitos princípios religiosos e filosóficos, onde uma parte do “Ser” a Consciência, espirito ou Alma dependendo da crença; tem a capacidade de superar e transcender à morte do corpo e ser capaz de sucessivamente se unir, a diferentes corpos ou matéria como dizem os espiritas em outras existências, com o propósito especifico de se aperfeiçoar e anular o carma.

Visto desta forma é que podemos então definir a reencarnação, como sendo o ato de encarnar sucessivas vezes, ou seja, para a alma, consciência ou espirito, não há um estado final, o que explica então a eternidade do espirito, que em um ciclo de renascimentos se purifica e evolui.

Algumas filosofias orientais admitem ainda que a alma pode retornar em formas diferentes da humana, podendo então dependendo de seu carma e evolução obtida, retornar no corpo de um animal. Esse conceito, no entanto, não deve ser interpretado literalmente, pois na maioria das tradições orientais este é um conceito mítico, onde se entende que aquele que vive para satisfazer apenas seus desejos primitivos poderia estar em uma reencarnação como animal mesmo ligado a forma humana.

Para o espiritismo e demais vertentes espiritualistas, este não é um conceito possível, já que o propósito da reencarnação é um princípio evolutivo, onde o espirito parte de um estado inferior para um mais elevado para se tornar consciente de seu caminho no estado humano e na medida que entrega ao saber, à moral e à verdade, ascende a estados mais puros e menos densos o que se compararia ao estado angelical, em uma sequência de ciclos existências em mundos diferentes e em estados essências diferentes, conforme o habitat que estará exposto, deve-se observar que a crença de vida fora da Terra é parte do Espiritismo, mas que porém nunca deve ser confundida com as teorias ufológicas e exobiológicas.

A crença na sobrevivência da consciência após a morte é comum e tem-se mantido por toda a história da humanidade. Em praticamente todas as civilizações na história há episódios onde se identifica a crença na vida após a morte. Cientificamente, entretanto, não existe qualquer fato que prove ou rejeite o princípio da reencarnação.

A ciência, em geral, não se preocupa em provar ou não a reencarnação ficando este conceito restrito a fé e a crença, pela experiência e sentimento individual de cada um.

Para os que acreditam, seguem alguns sinais que podem mostrar que você já reencarnou pelo menos uma vez:

  1. Você tem atitudes, medos ou manias inexplicáveis que nem mesmo você consegue explicar ou entender o motivo:

Pelo espiritismo esse tipo de sinal, pode indicar que você já reencarnou pelo menos uma vez, e em sua antiga vida, algo ocorreu para que esse medo que agora você traz consigo se manifeste. Este sinal se apresenta em geral em pessoas que possuem aversão inexplicável a água por exemplo, como mar, rios e lagos mesmo sem nunca terem passado por algum tipo de experiência real de afogamento.

2. Sensação de já ter passado ou vivenciado uma determinada situação de forma repetida e expressiva:

Esta uma experiência muito comum que, porém, a ciência não consegue de fato explicar qual fator desencadeia esta sensação. Para os espiritualistas, esta sensação, mais conhecida como déjà-vu, é uma visão ou situação que você literalmente já vivenciou em outra existência, e nesta volta a se repetir.

3. Lembranças de um lugar que não conhece ou que nunca tenha conhecido:

É a sensação que você tem quando estando em um determinado lugar pela primeira vez, ou mesmo vendo, fotos ou imagens; este lugar lhe é conhecido em cada detalhe. Normalmente esta impressão, vem acompanhada de uma sensação nostálgica, como se pertencesse àquele lugar, em um sentimento real de já ter estado lá antes. Este pode ser um sinal de que em outra existência você realmente esteve ou viveu naquele lugar.

4. Sonhos repetitivos:

Se desde que criança você tem um mesmo sonho recorrente sobre um mesmo tema, este pode ser um sinal de que você já reencarnou e que através do sonho você reviva uma situação passada em outra vida, e cuja lembrança por algum motivo permanece latente em seu subconsciente.

5. Marcas de nascença:

Algumas religiões acreditam que ter uma marca de nascimento, está ligado ao tipo de morte que o corpo físico teve em outra vida, ou seja, dentro deste conceito, a marca de nascença seria uma cicatriz que vem da alma que revelaria a forma como a pessoa morreu.

Há ainda para alguns a crença que a marca de nascença seria uma identificação, uma marca ou símbolo, para que duas almas que conviveram juntas em outra vida, possam se reconhecer em outra existência.

 

Seja como for, os sinais da reencarnação são muito parecidos e convergentes em todas as religiões que nela acreditam.

E você acredita na reencarnação?

 

“VIVA CADA DIA MELHOR”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *