SUA VIDA É REFLEXO DOS SEUS MEDOS

Alguma vez você já parou para pensar que seus receios e temores por mais que evite sempre acaba se realizando?

Agora você dirá: “Eu nunca desejei ou desejaria nada de ruim para mim.”

Grande engano; me diga quem nunca disse ou pensou em algum momento de sua vida, mesmo que em brincadeira; algo como:

“Basta estar sem dinheiro e algum coisa ruim acontece”.

Ou pior:

“na hora que eu não tiver condições, alguma coisa dará errado”.

E o que acontece; tudo começará a dar errado e seu medo de torna realidade.

Por que?

Simplesmente por que você desejou isso para si, e como a vida lhe dá a grande capacidade de ter tudo o que desejar, você desejou você conquistou.

Por mais estranho que pareça você deseja mais coisas que não quer que aconteçam, do que as que realmente deseja que se realizem.

Por que isso acontece?

Simplesmente por que a partir do momento que você nasce, seu cérebro é programado desde pequeno a evitar o que consideravelmente seja um risco.

Assim como um ser racional, seu cérebro tenta evitar tudo que entende como um risco; é o mesmo instinto que diz que você não deve pular de um prédio, só que em âmbito secundário já que você dificilmente estará exposto à esta situação.

No entanto, somos inundados e convivemos há cada minuto desde que nascemos com eventos que não necessariamente ofereçam um risco real, mas que em nossa mente acabam por se tornando uma ameaça constante, quando na verdade não passam de sentimentos negativos e que sem que se perceba; acabam se tornando um desejo real.

É por este motivo que temos que aprender distinguir, dominar e controlar, pensamentos e sentimentos que possam nos incomodar.

Tente avaliar qual seu pensamento a respeito de si mesmo e dos outros.

Qual a influência que a opinião dos outros causa em você?

E principalmente qual a influência que a sua opinião a respeito dos outros causa a você?

Sempre que você estiver com raiva, ansioso ou com medo, estará gerando pensamentos que serão entendidos inconscientemente pelo seu cérebro, como desejos relativos e este estado de humor.

De forma prática se você pensar e tenho certeza que já pensou algo como:

“Nada dá certo para mim”, automaticamente seu humor mudará e você se sentira deprimido, triste e imediatamente seu cérebro entenderá este pensamento negativo como um desejo.

Se do contrário, se pensar:

“Eu tenho uma vida prospera”, automaticamente você se sentira realizado, satisfeito e feliz, imediatamente seu cérebro entendera seu desejo e você será inundado por pensamentos e desejos positivos.

Um exemplo prático:

Uma pessoa pode ter medo de ganhar peso e deixar de ser atraente. Esse pensamento se tornara recorrente, pois seu cérebro reconhecerá como um risco ou ameaça e passara a repetir isso para que você fique alerta e evite.

Assim este pensamento será entendido como um desejo real, pois se torna persistente, em certos casos quase uma obsessão,  a palavra “não” é uma palavra negativa e seu cérebro esta naturalmente programado para reagir de forma rápida e pratica para afastar você do perigo; da mesma forma que ao ouvir um estrondo, seu cérebro não lhe diz: não vá para perto da explosão corra para o outro lado, ele simplesmente ordena corra e você corre para longe, neste caso seu cérebro ordenará apenas a palavra chave obesidade, isto será entendido como um desejo real já que estará recorrente em sua mente para lhe preservar de um fictício perigo; então a obesidade vira.

Da mesma forma que no exemplo todos os seus medos são fictícias ameaças, cujas palavras chaves são gravadas em seu cérebro tornando-se recorrentes e fazendo com que você se dedique a pensar no que realmente não quer que aconteça.

 

“VIVA CADA DIA MELHOR”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *